Vida Sem Terno – Arquivos – 28 de julho de 2012

Postagem do dia 27 de julho de 2012

A prefeitura dos bundões

bambus1

Como comentei no meu outro blog, a prefeitura da cidade de Porto Alegre resolveu dar, novamente, o ar da sua graça. Daí que o SMIC saiu de novo pras ruas para fechar alguns bares por aí. Um deles, o saudoso Bambus. Sabe qual o argumento usado pela SMIC para fechar o bar? Este:

Aglomeração de pessoas em frente ao estabelecimento, consumo de bebidas fora do local, frequentes brigas e algazarras dos frequentadores

Todo mundo sabe que, para um bar ficar aberto, ele deve corresponder a uma série de exigências. Estas exigências são impressas em uma série de alvarás, concedidos pelos próprios braços da prefeitura. E, para quem conhece, sabe que o Bambus TINHA TODOS esses alvarás. As acusações argumentadas para fechar o boteco, segundo a SMIC, não correspondem legalmente A NADA. Alias, todos os argumentos citados pela própria SMIC são, de fato, problemas da própria prefeitura.

Se a prefeitura ACHA que há “brigas e algazarras” na frente do bar, deveria colocar mais policiamento nas ruas, não punir o bar que NÃO É RESPONSÁVEL PELO QUE ACONTECE NA RUA. Se há “consumo de bebidas fora do local“, o que há de ilegal quanto a isso? Até aonde eu saiba, ainda podemos beber AONDE QUISERMOS, não? Qual a responsabilidade do bar? E, por último, claro, o grande “aglomeração de pessoas em frente ao estabelecimento“. Desde quando isso representa algo, para punição ao estabelecimento? A lei diz que o estabelecimento DEVE tirar cadeiras e mesas até determinado horário, mas se as pessoas quiserem ficar de pé na porra da rua, o que isso tem a ver? Por sinal, há pessoas de pé na rua todo santo dia graças à prefeitura, em volta de qualquer prédio do governo, devido a imensa quantidade de filas absurdas pelo mal atendimento do estado à população. Isso também é “aglomeração de pessoas em frente ao estabelecimento“. O que a prefeitura vai fazer…punir o próprio governo?

Enfim, como também disse no meu post do outro blog, esta atitude da prefeitura é totalmente classista. Ela não está tentando manter a ordem nem merda nenhuma, tendo em vista que ela não faz o mesmo desmanche em diferentes pontos da cidade. O trabalho do governo é óbvio, eles querem visivelmente acabar com qualquer estabelecimento popular, do povão, porque gente pobre reunida os incomoda, é feio, chinelagem. Do outro lado da moeda, fazem vista grossa na cara dura pra TODOS estabelecimentos chiques da cidade. O argumento utilizado pra fechar o Bambus, serviria PERFEITAMENTE pra qualquer estabelecimento da Padre Chagas. QUALQUER UM. Quando você passa lá, tem tudo isso: aglomeração na rua, bebidas fora do local, brigas. Além disso, temos mesas na calçada, cadeiras, gente parada em fila dupla, gente bebendo e dirigindo, som alto…e a prefeitura não faz NADA. Claro, gente rica pode tudo, bar de descoladinho, de gente bacaninha, ai sim, não precisa ter lei.

Como um bom cidadão, resolvi equalizar a disputa. Vou encher o saco da SMIC TODO DIA, até eles fiscalizarem os bares chiques. Ai sim, ou fecha tudo, ou não fecha ninguém. Vou postando tudo aqui, pra vocês verem.

Editado dia 31/07/2012:

Mandei o e-mail para SMIC e to aqui, no aguardo da resposta. Vou contar o prazo de uma semana. Caso não haja retorno, ligo para eles.

Editado dia 08/08/2012:

E nada da SMIC responder. Mas, ao menos, reabriram o Bambus.

Editado dia 15/08/2012:

Pois é, os cagões não responderam. Mas, ao que parece, caiu tudo por Terra mesmo e o Bambus vai continuar aberto!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s