Os 7 participantes mais insanos do BBB

10-marcelo-dourado-vencedor-em-2010

Eu gosto de BBB e não tô nem aí. Não venho aqui pregar moral de cuecas e os clássicos “mimimis” de associar malucamente a situação da sociedade brasileira ao fato de um programa tosco continuar há 13 anos no ar, na TV aberta. TV aberta, que por sinal, é um lixo em qualquer lugar no mundo. Não é um mérito nosso, os “brasileiros sem cultura”, ou qualquer outro adjetivo que surge todo santo ano para desmerecer o fato do Brasil ainda passar BBB. Quem quiser ver, veja, quem não quiser, não veja, foda-se, é mais uma das inúmeras porcarias que passa na televisão, incluindo os lixões gringos que chegam ao solo tupiniquim com ar de super-produção inteligentíssima e esclarecedora do universo, mas são tão ou mais lixo que um programinha tosco que aprisiona uma galera numa casa, pra fazer nada durante quase 3 meses.

1486_10151336161089626_212533179_n-580x362

13 edições de enorme nada, isto mesmo. O BBB nos apresenta há 13 anos absolutamente porra nenhuma, niilismo puro, foda pra caralho, mó contracultura revolucionária um programa tão ruim sobreviver por tanto tempo com tanto público, se renovando todo ano com uma polêmica nova, alguma idiotice nova e, claro, algum participante marcante novo. É isto que faz aquilo perdurar: os personagens marcantes. Tivemos o épico embate entre Dicésar e Dourado – que acarretou em uma das maiores audiências do programa – tivemos Bambam chorando por Maria Eugênia, tivemos Solange cantando We Are The World errado, AVC, suposto estupro, brigas, xingamentos, ameaças, sexo, tudo no ar. Lindo, romântico, cada ano uma inovação mais avassaladora.

E é por isto que, em homenagem a este nobre programa, resolvi fazer o levantamento dos 7 personagens mais sui generis que pisaram naquela casa. Aqueles psicopatas que não tinham nada com nada, estavam ali completamente deslocados e, obviamente, nos cativaram por isto. Sem mais delongas, segue:

1 – Dilsinho

Dilsinho-BBB-3-450X280

Fala sério, este foi o cara mais engraçado que já entrou no BBB. Participante do BBB 3, o cara era meio que um rockeiro/lutador/motoqueiro sem nada a perder, que ficava andando de calça e jaqueta de couro numa casa quente pra caralho, em pleno verão. O cara foi lá, deu uns pegas na Jose – a modelo, que voltou no BBB 10 e salvou o Dourado, depois pediu pra sair. Dizem as más línguas que ele meio que surtou, ameaçou geral e foi “convidado a se retirar amistosamente”, na marra, depois que o psicólogo do BBB avaliou que ele poderia matar geral enquanto estivesse lá dentro. Foda demais.

Ainda tem um vídeo que rola na internet do cara lutando com o Wanderlei Silva, o Cachorro Louco. Vejam só:

2 – Agostinho 

agostinho1

Este cidadão entrou naquela edição que foram escolhidos dois participantes por carta, ou qualquer merda assim. Entraram ele e a Mara (campeã) por este método e, visivelmente, nenhum dos dois tinha perfil de BBB. Nenhum era forte, bombado, morador da Zona Sul do RJ, nem nada do tipo. Eram caras completamente descolados e, por ironia, Mara ganhou e ele foi um dos personagens mais cativantes da casa; se não me falha a memória, alias, Agostinho ganhou duas provas que faturavam carros, o que deve ter lhe dado uma grana no valor de uns 100 mil reais.

Era completamente engraçado ver esta figura aí no programa, completamente deslocado do perfil do resto, mas sendo cativante por justamente ser um gordinho simpático, o legítimo tiozão do churrasco. Ficou lá, trollou legal e depois sumiu. Última vez que eu ouvi falar, o cidadão tinha acabado de fazer redução de estomago.

3 – Zulu

zulu

Este sujeito participou do BBB 4, falava sem parar, vivia dizendo coisas, histórias, se portava como um animal, foi eliminado com uma votação expressiva e causou pra caralho. O bizarro do cara é a vida por fora, aonde recentemente descobrimos que o cara é meio fodelão na luta greco-romana, levando vários títulos nacionais e alguns lá fora. Além disso, foi vítima de um caso épico aonde um estelionatário (Enoque da Silva) aplicava golpes se passando por ele.

De uma hora pra outra, todas as histórias que ele falou lá dentro, aparentemente, parecem mais reais. Vai ter uma vida estranha assim lá na casa do caralho.

4 – Tina

tina

Musa master de todos os BBB – participante do BBB 2 – no pouco tempo que ficou na casa, Tina nos marcou positivamente. Pintou a cara, discutiu com geral e ainda fez um panelaço tosco pra acordar os outros participantes, que acabaram se vingando jogando as roupas dela na piscina. Foi a responsável por momentos memoráveis, tocou o terror naquela gentalha e foi uma das primeiras provas concretas de que o brasileiro não sabe votar: eliminaram a moça rapidinho e deixaram um bando de zé-roelas que não fedia nem cheirava. Para nossa tristeza.

5 – Rogério

rogerio bbb5

Este foi um dos primeiros “grandes vilões” que o BBB nos proporcionou. Participante do BBB 5, ao qual sagrou Jean Willys campeão, ele armou contra TODO mundo. O cara passava 24 horas por dia ou malhando, ou armando contra alguém. Fez jogo aqui, jogo acolá, era completamente psicótico, via em todo mundo um potencial inimigo e criou uma “teia de jogos” incrível. No final, obviamente, Brasilzão dando uma demonstração de mau voto, eliminou o rapaz com uma das maiores diferenças da história do programa. Parabéns, votantes!

6 – Harry

harry bbb

O BBB 3, foi sem dúvida, o BBB com melhores participantes. Este aí, pra quem não lembra, é Harry. Harry entrou no lugar de Dilsinho, falava cheio de gírias, tava sempre com esta faixa tosca na cabeça, tinha uma risada bizarra e também foi um daqueles caras maquiavélicos que vê jogo em tudo. Ficou lá por pouco tempo, mas foi influente e deixou sua marca no mural dos psicopatas que habitaram o BBB. Falava uns papos astrais, umas besteiras de astrologia e parecia um hippie-motoqueiro do mal, querendo destruir a tudo e todos.

7 – Aline

Aline_1

A última injustiçada do povo que não sabe votar. Alinão, BBB 13, mal durou no programa. A primeira eliminada perdeu na primeira votação, para um ananá qualquer que ninguém vai sequer lembrar. Mas, em uma semana, brigou com geral, chamou o Bambam de R-I-D-Í-C-U-L-O (bem assim) no programa ao vivo, ainda falou que não iria se mostrar pelada pra ganhar dinheiro, dando a entender que era coisa de vagabunda. O pouco que durou, com certeza foi – e será melhor do que os outros 99% de participantes mongos que ficaram lá e que, com forças, estão tentando construir o pior BBB da história, batendo o recorde de sem-gracice do BBB 11 e BBB 12, que até o momento eram os campeões da merda.

PS: Pensei em colocar aquele mala do Marcelo, participante do BBB 8. Mas ele era só chato, não era legal, então foda-se, vai amargar só uma nota de rodapé bem cagadinha aqui embaixo.

E por enquanto é só, galerinha. Continuem me seguindo e aguardem mais novidades, boa noite!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s