Poucos posts e minha aventura no UDK

Daí que vocês perceberam, como a faixa indica, que acontece uma revolução silenciosa no solo brasileiro. Quem pode perceber nas ruas, o clima é de incerteza e caos; muitos protestos tomam conta das capitais. A galera está revoltada mesmo, como há muito tempo não se via, tudo por um único motivo: eu não tenho postado com tanta frequência.

Nas últimas semanas eu tinha 3 postagens para fazer, mas não consegui publicar nenhuma. Acabei publicando, apenas, uma postagem sobre o Black Friday, que nem fazia parte destas 3 postagens. O Luiz tá lá, esperando também para ser postado, mas nada. Tudo isto porque eu resolvi me embrenhar em uma nova aventura chamada UDK.

Quem se lembra, eu já tinha comentado sobre o UDK no post sobre os 5 cases de sucesso sobre a piratariaPois é, aquela engine games top de linha que, magicamente, a Epic Games resolveu disponibilizar de graça na internet. Eu tinha visto, baixado o programa, mas confesso que nunca tinha mexido muito. E desta vez eu resolvi tentar. A parada é bem intuitiva, muito fácil de usar e dá pra fazer uns jogos bem legais. Com um pouco de entendimento sobre o “universo” da programação dos games, algum conhecimento de modelagem 3D, pronto, você consegue fazer paradas BEM audaciosas. E eu resolvi tentar.

Para não deixar o pessoal na curiosidade, eu gravei um vídeo do mapa que eu estou fazendo; demorou pouco mais de 2 dias e meio mas já tá  bem bacana. Claro, antes disto eu tive que assistir cerca de 60 tutoriais deste cara sobre o funcionamento do programa e mais 25 tutorias do mesmo cara sobre modelagem no 3DMax. Isto para aprender o “básico”. Mas, para quem se interessa, acaba valendo a pena. Aprendi coisa pra caralho e o UDK ajuda bastante, sendo uma ferramenta completamente intuitiva e de fácil interpretação.

A ideia, a princípio, é fazer um Deathmatch com algumas peculiaridades (que eu não revelarei). Como perceberam no vídeo, o personagem em primeira pessoa e o inimigo ainda estão com a “modelagem padrão” que vem para teste. Assim como o “entorno” da fase ainda não está pronto, porque eu vou dar um detalhamento melhor. Mas, fala sério, pra 2 dias e meio de trabalho, até que está muito bom. A ideia é acabar o mais rápido possível a modelagem do entorno de cenário, para passar para a modelagem dos personagens (que é o mais difícil) e aí terminar com a parte de programação das funções do jogo, que não é tão demorado mas bem chatinho. Vai ficar bacana, eim!

Anúncios

4 pensamentos sobre “Poucos posts e minha aventura no UDK

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s