10 coisas que estragam um dia

um-dia-de-furia2

O mundo é um lugar cruel e cheio de maldade. É bem comum pequenas coisas potencialmente nocivas destruírem o dia de qualquer cidadão, mas passarem despercebidas. São aqueles pequenos aspectos do cotidiano que, as vezes você nem liga, mas fazem toda a diferença no seu humor. Olhando mais fundo, podemos notar que estes momentos singulares são capazes de transformar o mais tranquilo dos seres humanos em um voraz assassino, pirando por aí e agindo como o cara do Um Dia de Fúria. Resolvi fazer uma lista destes dez momentos, então. Segue:

1 – Meia molhada

Fala sério, meia molhada é a coisa mais irritante do universo. O cara tá lá, todo tranquilo, aí pisa naquela poça da água e pronto, entra pelo tênis, pega na meia e fodeu. Aí já era, seu dia vai ir daí pra pior, pode ter certeza que nada mais será bom. Você vai sofrer, vai ficar puto, vai passar o dia com o calçado molhado e com o pé enrugado, sofrendo naquela meia fodida com que, ao invés de te proteger, virou o seu maior inimigo. É o começo de um martírio sem fim e, se algum cidadão cometesse um crime com as devidas meias molhadas, deveria rolar uma diminuição de pena. Baita sensação desagradável, ainda mais no inverno.

2 – Acabar o gás

O cara tá lá tomando banho, ou cozinhando bem feliz, aí o bujão vai pro saco. Quem tem gás central não sofre com isso, mas os pobres coitados (como eu) do bujãozinho individual, conhecem este carma. Esse é um daqueles motivos de comprar uma Uzi e sair por aí fuzilando pessoas aleatórias, só pra descontar sua frustração com o mundo cruel e as suas nuances de maldade. Aquele momento que você vê a chama se esvaindo na boca do fogão, ou o banho começa a ficar levemente frio, pronto, pode ter certeza que dali em dia será o fim de um dia bom. Depois disso, seu humor já era, seu bom senso já era, tudo se foi e só restou a desilusão, junto com o bujão vazio.

3 – Faltar luz quando você está no PC

Isso é foda, principalmente quando se está trabalhando. Você está comprometido, centrado e preocupado em terminar a sua devida obrigação, aí do nada o nosso queridão sistema de energia vai pro saco e você fica ali, sentado com cara de bunda querendo espancar o PC. O que fazer? Nada. Típica situação que prova cabalmente que o seu dia estará fadado ao fracasso. Se isso acontecer, deite-se e espere pelo amanhã, porque da falta de luz em diante só tende a ficar mais tosco. O pior é que tem gente que perde tempo gritando com o PC, ou indignado com a máquina, como se mais e mais raiva fosse concentrar alguma energia do além e fazer tudo ligar.

4 – Pisar na merda

Esse é que nem o caso da meia molhada, pois não há muito o que fazer. Mesmo que você limpe, o inconveniente fica marcado no seu cérebro. Dizem que pisar na merda é sinal de boa sorte; não sei aonde. Aquele fedor fodido fica no ar e não adianta o quão ninja você seja limpando, só depois de lavar muito o calçado que o cheiro sai. Não adianta, pisou na merda…já era. Seu dia acabou e será aquele constante exercício de esquecer o inconveniente, que mesmo com toda sua força de vontade, continuará matutando na sua cabeça e lhe fará um ser humano mais amargo e odioso, tal como aquilo que você acabou de pisar.

5 – Ônibus passar reto na parada

Essa é cruel, um misto de má sorte e malvadeza alheia ao mesmo tempo. Só que acontece com certa frequência, principalmente em horário de pico. Você já está naquele exercício de paciência que é esperar um ônibus, com mais um milhão de brasileiros que entrarão todos no mesmo metro quadrado para ficarem comprimidos durante um bom tempo, aí o filho da puta do motorista passa reto e deixa todo mundo ali, com cara de babaca esperando mais uma hora na parada sem ter nem tempo de reagir. Se isso acontece, é um pressentimento duplo: a sorte não está com você E as pessoas lhe sacanearão. A única vantagem deste item em relação aos outros, é que o sentimento de ódio é compartilhado por todos aqueles sofredores da parada.

6 – Derrubar um copo cheio

Pra mim, este é um dos mais irritantes. Por que? Porque geralmente isto ocorre em um horário horrível e inconveniente, como no meio-dia. Ou seja, você ainda vai ter boa parte da tarde para ficar remoendo aquele momento, ainda mais se você molhar a roupa, o que com certeza acarretará uma potencialidade de frustração do ato, uma lembrança do momento maior do que o comum. Derrubar um copo cheio, pode ter certeza, é uma daquelas situações que define o humor do seu dia. Pior ainda se é de algo com açúcar, como Coca-Cola, que além de tudo pode deixar seu braço todo grudento e as coisas em volta manchadas. Aí é mais foda ainda.

7 – Caneta de tinta vazar

A peça máxima que as forças ocultas podem pregar. Você está todo pimpão, escrevendo e anotando algo importante, quando a porra da caneta vaza e pronto, suja você, suja a roupa, suja o que você escreveu e em menos de um segundo você está na merda completa. O pior é que vaza tanta tinta que não adianta lavar, você terá que tomar uns 3 banhos para tirar aquela sujeirada toda. Aquela mancha fodida será a lembrança do seu fracasso, do seu dia de merda e de como um pequeno momento pode mudar completamente o seu humor. Se sujar a roupa, aí é pior ainda. Além da frustração emocional, virá a frustração financeira de ter de comprar todo vestuário de novo.

8 – Perder dinheiro

Isso é um dos piores itens, com toda certeza. Perder dinheiro é uma merda de má sorte, mas burrice também. Acontece, sim, mas não deixa de ser uma besteira do caralho. Todo mundo vai perder, de uns poucos reais a muita grana em um malote. Você não tem muito o que fazer, a não ser lamentar. É a vida, acontece, senta e chora, reza e espera para que aquele dinheiro não lhe faça falta, ou que algum bom coração ache e lhe devolva. Já era, um baita sinal de má sorte, perdeu a grana e o humor, seu dia se foi e passará o resto do tempo remoendo aquele dinheirinho suado, tentando re-procurar nos bolsos da sua roupa.

9 – Torcer o pé

Aquelas corridinhas que o cara dá pra pegar o ônibus, acelerar o passo para pegar a porta aberta ou qualquer coisa do gênero. Aí vem aquele inconveniente, uma pisada em falso, uma pedra solta no percurso e fodeu, você vira o pé e vai ficar com aquele tornozelo inchado duas semanas, relembrando amargamente o seu momento de azar e puto da cara com a sua displicência no percurso. Mais um daqueles casos que o seu fracasso enquanto “pessoa” vai se remoer por muito tempo, até você lentamente ver o seu tornozelo voltando ao tamanho original e aquele roxo agradável ir sumindo. Pior ainda é aquele momento quando você pisa em falso, fode com o tornozelo, mas não pode desistir da corrida. Tem de dar aquele trote meio manco e cheio de dor, com raiva da vida e da humanidade.

10 – Trânsito descomunal

Isso é foda, principalmente se for um horário fora do pico. Você sai de casa todo esperançoso que o seu caminho seja feliz, aí na primeira esquina já está aquele trânsito horrível e um milhão de carros se amontoando em um caos que dá inveja nas ruas da Índia. Se você passa por isso, a melhor coisa a fazer – se puder – é dar meia volta e retornar pra casa. A porra do trânsito é sinal claro de que seu dia, não importa quando, estará fadado ao fracasso eterno. Pode ter certeza que o seu humor vai pro saco e a sua vontade de matar reascenderá com forças. A triste sina de ter um carro.

bônus: 

Topada de mindinho

Essa é tão tensa, mas tão tensa, que não poderia ficar de fora, ao mesmo tempo que não poderia entrar na lista. Rapaz, a topada de mindinho é o mais próximo que um ser humano pode chegar do inferno, ainda em vida. A topada do mindinho é pior do que qualquer tortura, pior que fratura exposta. Quando você vem correndo e afobado, naquele semi pique descalço, aí dá aquela batidinha estratégica em um móvel, em uma quina de parede, pronto, fim. Serão aqueles 50 segundos de dor lancinante que farão você odiar toda sua vida, odiar a Terra, o universo, questionar Deus, tudo. É aquele momento em que tudo vai por água abaixo e só lhe sobra uma palavra, um pensamento: dor..dor, muita dor.

Bom, galerinha, por enquanto isso. Leiam, comente e sigam-me os bons!

Anúncios

2 pensamentos sobre “10 coisas que estragam um dia

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…. Adorei!
    Até porque, estou com as meias molhadas o dia todo: choveu pra cabamba aqui em Vila Velha, na hora de vir trabalhar e encharcou meu tenis… (5 min depois de chegar, a chuva passou) ódio!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s