Grandes feitos desprezados pt.2

Fala, galerinha. Estava passando pela internet hoje, dando uma olhada em uns vídeos inúteis, quando percebi que o ser humano continua saudavelmente aumentando a sua capacidade de fazer ou criar coisas aparentemente inúteis, mas completamente geniais em um olhar mais profundo.

Seguindo o mesmo padrão do primeiro post, vou mostrar algumas coisas que achei, por aí, que simplesmente não mereciam ficar esquecidas na história do homem. Segue:

Smart Diablo

Olha que gênios. Os caras pegaram um Smart, aquele projeto de carro que parece uma caixa de fósforo promovida a automóvel, aí tiraram o motorzinho mirrado e tacaram um de Suzuki fodelão e cheio de cavalos. Obviamente, com o peso irrelevante do carro aliado a potência do novo motor, os caras criaram uma máquina insana de correr loucamente. Observem o resultado:

Gente que ilumina o nosso dia

Essa é outra grande habilidade do homem: criar coisas que iluminem muito. Como boa parte do nosso dia estamos fadados a conviver com a escuridão, os gênios aí resolvem inteirar a inteligência e falta do que fazer com projetos luminosos.

Lanterna, farol, o que for, há uma série de seres dedicados a juntar a maior quantidade de lâmpadas possíveis e criar uma máquina de brilhar super-potente, capaz de cegar o mais forte dos guerreiros e ignorar a falta de luz da noite:

Bicicleta:

Lanterna:

Carro:

Brincadeira explosiva

No Leste Europeu, tudo é diferente. E isso inclui as brincadeiras de final de semana.

Essa é uma nobre maneira de se divertir que eu achei procurando vídeos inúteis no youtube, uns tempos atrás. O pessoal entretém suas tardes explodindo coisas, aprendendo um pouco de química, matemática e física de uma maneira divertida e saudável. Muito mais prático e barato que muita gente ao redor do mundo, a brincadeira só precisa de gás, um tonel e fogo. Olha que maravilha:

O cidadão e suas armas

Ta aqui outro maluco que vem daquela inóspita região conhecida como Leste Europeu, o lar de todos os tipos de psicopatas e malucos do planeta Terra.

Alguns se divertem explodindo, outros fazendo bandas itinerantes. Mas este cara aí se diverte atirando das mais diferentes formas e com o mais variado arsenal de armas possíveis. Não satisfeito, grava tudo e ainda posta tudo pra nós, meros mortais, podermos apreciar e dar risada também:

Abrindo a cerveja de diferentes maneiras

No outro post eu mostrei diferentes maneiras de beber, neste eu mostro diferentes maneiras de abrir. Ta aí uma legião de gênios que se dedica a criar os mais variados tipos de métodos para abrir uma simples garrafa.

Reparem que qualquer objeto é justificativa para tentar soltar a tampa. As pessoas não tem critério, passam horas e horas bolando inúmeras maneiras de poder efetivamente abrirem suas cervejas:

Truques de bar

Eu confesso que não sou muito fã dessas coisas, acho meio fresco todo esse universo que envolve a “bebida de festa”; inclusive quem as faz. Mas, sejamos sinceros, esses barmen sabem muito bem agradar o público e criar os diferentes métodos de fazer malabarismo com álcool e tornar o ato de montar um drink algo tão interessante.

Reparem que, mesmo com estilos diferentes, cada um tem a sua maneira de ser completamente inovador e fazer as suas próprias manobras:

O pessoal do Breake

Essa gente não tem esqueleto. Olha os caras aí, olha que bizarro. Confesso que acho este o tipo de dança mais interessante de todos.

É bacana como esses caras sabem criar uma sensação constante de “falta de nexo”, parecendo que eles não são humanos, não se movimentam como tal. Você olha para os sujeitos e parecem máquinas criadas justamente para dançar, uns robozinhos artificiais. Tem uns ali que nem ossos parecem ter:

Por último, mas fazendo justiça, resolvi colocar o Rei do Pop. É importante lembrar que ele foi responsável por incorporar o Breake na música Pop. Não, o feito dele não foi desprezado e de fato todos nós nos lembramos; mas, valem esses dois grandes momentos para vermos o quão bom o cara era:

Beatbox da vida real

Esse eu confesso que acho totalmente insólito. Eu sinceramente me pergunto como os caras aí de baixo conseguem criar vários tipos de sons e ritmos ao mesmo tempo. Fazem efeitos, melodia, ritmo, tudo diferente utilizando apenas a boca.

É realmente um trabalho de paciência, dedicação pura. Mas, querendo ou não, acaba valendo pelo resultado que conseguem. Reparem na habilidade de cada um, é impressionante:

O computador mais potente do mundo

O vídeo é obsoleto e, provavelmente, algum maluco no mundo já tenha criado máquinas mais rápidas. Mas, a questão é que a ideia deste povo foi tão bem elaborada, que merece um espaço especial aqui.

Os caras simplesmente pegaram um monte de SSDs e colocaram em RAID, pra ver o que acontecia. E, bom, vemos o resultado no vídeo abaixo. O mais bacana é o método de comparação de velocidade que eles usam, para exemplificar o quão rápido o computador ficou:

Bom, galerinha. Por enquanto é isso. Vejam aí e sigam-me!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s