As 5 piores continuações que eu já vi

Troll 2 2

Como disse que não teria tempo para postar esta semana, vou adaptar um artigo feito por mim, do outro blog que eu participo (cliquem e vejam)! Segue:

Seguindo o post sobre as continuações sem nenhuma lógica aparente, só para gerar uma renda extra para meia dúzia de exploradores, resolvi postar, então, as 5 continuações mais horríveis que eu já tive o desprazer de ver.

Vale lembrar que eu desconsiderei continuações puramente nonsense, como o caso dos Jasons da vida, porque perder o tempo comentando sobre elas seria demais.

1 – Exorcista 2

É bizarro como optaram por uma continuação notoriamente ruim para uma das maiores obras de terror da história. O filme original, como obra, possuía um começo-meio-fim. Abriam-se ainda algumas portas para uma possível explicação sobre Pazuzu, sobre o Padre, mas não existia nenhuma lógica racional para Regan VOLTAR a ser atordoada por um espírito maligno. Mas fizeram.

Infelizes com a missão de afundar o projeto original, os caras ainda se esforçaram para criar um universo futurista clichê, com aquela “máquina de sonhos”, ou qualquer coisa assim, só para poder embasar a maluquice toda. Desprovido de qualquer sentido, a força poética do filme fica – claro – na reaparição do monstrengo, tentando dar um susto nos desavisados.

A história desse filme é tão ruim que poderia ser aplicada ad infinitum, para Exorcista 3, Exorcista 4 e assim por diante. Regan se cura, tem uma recaída, vai ser estudada com uma máquina modernosa, supera seus medos. Abominável.

2 – Highlander 2

Do que se trata o Highlander original, um clássico total? Trata de um grupo de guerreiros imortais que, durante sua eternidade, tem de se enfrentar até apenas um sobreviver e alcançar a tão sonhada mortalidade. E o que acontece no final? Um deles cumpre a missão. Fim. Ou não…

Em Highlander 2 temos a passagem para um futuro apocalíptico, com pessoas morrendo por causa da poluição e destruição da Camada de Ozônio, um planeta desconhecido e aliens com aparência humana. E RESSUREIÇÃO. Não dava para misturar mais nada nessa sopa de conteúdos para criar uma continuação tão ruim?

Enfim, não vejam, não leiam, não façam nada. Passem reto por este filme, que é um dos maiores atentados contra o homem. Simplesmente reuniu vários temas em voga na época do seu lançamento (86), como meio ambiente, vida fora da terra, universos futuristas e apocalípticos, tudo sobre um nome que tinha sido sucesso anos antes, o Highlander original. Já sua sequência, uma grande enrolação.

3 – Tubarão 2

Este é um caso curioso: como você continua um filme que a principal estrela – o tubarão – morreu no final da primeira obra? Simples, ignore.

A ideia do filme consiste em aplicar A MESMA história do primeiro filme, com uma execução pior, atores piores, roteiro pior, mas um tubarão maior, mais feroz e cenas mais violentas. E o pior é que ainda rola um cenário meio “cult” sobre o projeto, alegando ser a melhor sequência de Tubarão já feita, como se isso fosse relevante.

Enfim, como no primeiro caso, é um ad infinitum clássico. 4 anos depois (também, igual Exorcista), reaparece lá, a criatura malvada do primeiro para continuar as mesmas peripécias. Pior ainda que Exorcista 2 porque, naquele caso, estávamos falando de uma criatura sobrenatural, uma coisa não exata e, realmente, poderíamos aplicar a lógica dela continuar aparecendo sempre e mais um pouco. Mas aqui não. MATARAM o tubarão no primeiro, explodiram ele, acabou e ponto. O que é isso? Ele teve filhotes antes de morrer? É um outro tubarão com AS MESMAS características, O MESMO comportamento e a MESMA vontade de atacar humanos? Muitas coincidências.

4 – Instinto Selvagem 2

instinto-selvagem-2

Neste filme, a sua ruindade esta justamente a um fato completamente oposto aos outros: não tem nenhuma ligação com o seu antecessor. Alias, até tem, como o nome da escritora e Sharon Stone. Só.

De resto, é um filme completamente diferente, sem nenhuma junção com o primeiro. Então pra que o nome? Pelo sucesso do seu antecessor. SÓ. A criação – e nomeação – deste filme se baseia única e exclusivamente no uso da obra que tinha dado certo nos anos 90 e que ficara famosa. Não fosse isso, este filme poderia se chamar “Sharon Stone pelada“, “Sexo no Carro“, “Aventuras de uma Escritora Transviada” e todos fariam MAIS sentido do que nomea-lo como uma suposta continuação.

Por sinal, dada a necessidade aparente da atriz Sharon Stone de ficar pelada frequentemente, poderia ter feito um porno e admitido sua carreira, do que ficar gravando eternas continuações deprimentes para suprir seu desejo sexual de se mostrar para um bando de marmanjos no cinema.

 5 – Hannibal: a origem do mal

Eu nem acho esse filme, como projeto, ruim em si. É muito bem feito, bem produzido, o ator tem uma cara de psicótico, rola umas surpresas legais e tudo mais. É bem “assistível”.

Se fosse um projeto separado, seria muito legal. Se fosse “Fulaninho – O Canibal de Nazistas“, qualquer coisa, seria um filme decente. O ponto que eu discordo, sobre o filme, está na necessidade comercial de explorar e esmiuçar até a última gota determinados personagens, só pra ganhar um trocado a mais. Já existiam 3 filmes de Hannibal, já estava saturado. E a grande sacada sobre o personagem era a sua personalidade dúbia e misteriosa; ninguém sabia direito o porquê dele ser um canibal erudito, mas ele era e ponto.

Mas aí resolveram que deveriam explorar até a última gota, “destruir” a identidade misteriosa do Hannibal e fazer mais uma sequência, que explicasse tudo. Não só isso, ainda resolveram desconstruir o personagem, cínico e mentiroso, transformando-o em um vingador bizarro com uma compaixão doentia por um monte de pessoas que, na obra original, ele nunca teria.

É o tipo de continuação que só joga no lixo um personagem clássico, pega toda uma identidade construída durante todo um legado e a transforma em um bicho bizarro, completamente descontextualizado e clichê, o típico produto pronto para vender. Afinal é sempre mais fácil colocar a culpa de tudo em uma infância difícil. Personagens assim sempre são queridos.

Bom, povo. Por hoje, é isto. Continuem me acompanhando e sigam-me os bons!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s