As 10 coisas da internet realmente relevantes

A internet é um mar de merda e eu imagino que todo mundo que já tenha tido o menor contato com ela sabe disso. Segundo o que dizem, 70% da internet é pornografia. Dos outros 30%, uns 25% deve ser bobagem absoluta; aí, os 5% que resta, se você souber filtrar bem, uns 2% deve ser algo útil e/ou interessante. Se você inserir nesta conta a Deep Web, que dizem ser muito maior que a internet normal, coisa de uns 500% maior, o cálculo sobre o que é útil fica mais diluído ainda. Digamos que o que presta da internet deve estar na casa dos 0,005%. Lindo, não?

Uma vez eu vi uma frase por aí, algo dizendo mais ou menos assim: “a internet é o primeiro experimento puramente anarquista do mundo“…bom, então a gente pode perceber as principais necessidades do homem através dela; estamos mal na fita. Digamos que, julgando por esta análise, os interesses do homem são bem sórdidos. Ainda mais considerando a Deep Web.

Mas, dentro desta grande bacia de merda, há sempre aquele pessoal que sabe fazer da internet algo útil e interessante, usando esta incrível ferramenta para algo diferente do que ver fotos de acidentes ou gringas nuas. Sempre tem o carinha esforçado para ser reconhecidamente inovador e agregar alguma coisa de útil a nós. Por isso, resolvi fazer uma lista das 10 coisas da internet realmente relevantes. Seja site, seja um artista, humorista, qualquer coisa. Segue:

1 – Angry Video Game Nerd 

Site: www.cinemassacre.com

Gosto muito deste. Não sei se ele entra na categoria de “comediante”, ou de crítico, sei lá. O importante é que é legal.

O sujeito começou o trabalho quando resolveu gravar um vídeo reclamando sobre um game específico, que ele achava injustamente difícil; aí tacou no Youtube, todo mundo viu e ele ficou famosão. Começou a gravar de tempos em tempos e hoje faz disso uma profissão. Mas, não só especificamente sobre games, o cara ainda se aventura em filmes, situações do cotidiano e outras coisas. Virou um crítico de vários temas.

Confesso que é meio difícil achar com legenda, mas é um inglês bem fácil de entender. Quem tiver mais dificuldades, pode dar uma olhada no Youtube que tem vários traduzidos.

2 – Mundo Gump

Site: mundogump.com.br

A história de como eu conheci este blog é tão “gump” quanto as histórias que ele próprio conta no blog.

Eu estava procurando sobre informações extras do filme Forrest Gump, não me lembro por qual motivo, aí lá pela página 10 da pesquisa do Google (aquela página que ninguém dá a mínima atenção), depois de todos sites gringos sobre o filme, estava lá perdidão o blog deste sujeito. Achei o nome curioso e entrei. E, desde então, acompanho sempre que consigo.

O blog é uma mistura de cultura inútil, com contos, com opiniões, um pouco de tudo. Já tinha comentado sobre ele em outro post, mas agora recebeu mais destaque aqui. Vale a pena parar e ler exatamente tudo que tem lá. É muito material, mas tudo é legal. Principalmente os “causos” dele, que teve uma vida bem estranha.

O blog do cidadão cresceu tanto que até no Jô Soares ele foi dar entrevista, por causa do livro que ele publicou com as histórias contadas no site:

3 – Mistery Guitar Man

Canal: youtube/misteryguitarman

Outro brasileiro, outro que atualmente está famosão.

Este aí, quem não conhece, parou no mundo. O sujeito apareceu até no Fantástico. É ícone lá fora, um dos canais mais visitados do Youtube e uma das “celebridades” que mais consegue tirar uma grana no portal de vídeos. E a ideia do cara nem é tão inovadora assim. Ele simplesmente sai fazendo música e cenas inusitadas com tudo que aparece pela frente e produza sons ou imagens interessantes, sejam sacos de lixo, réguas, móveis, brinquedos, leds, tudo.

A grande sacada dele está no fato de ser um master-fodelão em edição de vídeos e, deste modo, conseguir criar uma dinâmica muito interessante para seus projetos, sempre fazendo algo extremamente diferente.

4 – Ronald Rios (vlog)

Botei apenas o “vlog” em destaque porque eu confesso que não conheço nada dos trabalhos dele fora disto. Inclusive, o recente trabalho no CQC, que eu pouco vi. Dizem que está indo bem, quase tomou um soco esses dias, mas eu não conheço. Então não vou comentar para não ser injusto.

Mas, o que importa para este artigo – o vlog dele (aquele antigão) – é bem bacana. Não, não o veja como um formador de opinião, como um cara sério, como algo intelectualizado nem porra nenhuma. É tosco e é engraçado por causa disso. é legal porque, justamente, a falta de produção daquele treco todo era compensado com umas opiniões complemente insanas e umas divagações que não chegavam a ponto algum. Pura comédia inútil. E justamente por isso era engraçado.

Vale a pena perder um (bom) tempo vendo todos os vídeos do vlog, inclusive da época que ele estava na MTV com o Badalhoca. E não se apegue a ver outros vloggers, porque são todos muito malas. Só ele presta.

5 – Art Project e o Google Underground

Coloquei o termo “underground“, dando destaque ao Art Project, porque o Google tem uma porrada de ferramentas que ninguém nunca viu. Todo mundo usa a pesquisa, usa a busca de imagens, quando muito o translator e acabou. Três ferramentes de uma gama de coisas muito maior.

Tente começando pelo próprio citado aí, Google Art Project, que justamente possibilita ao usuário um tour virtual pelos museus mais famosos do mundo. Ou entre no Google Books, que permite dar uma olhada em muitos títulos de livros impressos no mundo todo; alguns, inclusive, com a opção de vê-los por completo. Utilize, também, o Google Docs para gerar planilhas iguais as do Excel, ao qual várias pessoas podem compartilhar pela utilização em nuvem. Ou, se você utiliza ferramentas online, cadastre seu site/blog no Google Analytcs, ou no Adsense, ou no Adword, justamente para ter mais controle sobre o que acontece na “vida social” de seu site, de forma a gerar alguma renda para você. Utilize o Google Agenda para organizar a sua vida, como se fosse uma caderneta real.

Enfim, o Google é melhor que Bombril, tem mais que mil e uma utilidades e ninguém sabe disso; quando dizem que eles dominaram o mundo, é pura verdade. Utilizem as ferramentas deles que são muito úteis MESMO. Explore aquela barra ali no site principal e veja tudo que pode ser feito, porque é muita coisa.

Links:

Google/artproject

Google/docs

Google/agenda

6 – Sites “this is why…”

Outra coisa que eu descobri recentemente e gostei. Existe uma legião de sites que “justifica” sua vida de forma engraçada, tentando explicar o “porquê” de você ser gordo, ou de você ser pobre, ou de você fazer coisas erradas que te humilhem socialmente.

A moral é, justamente, encontrar razões fáceis e rápidas de se entender o porquê de uma pessoa agir com tal comportamento não convencional. Obviamente, como nenhum dos sites busca ser sério, o contexto todo acaba virando uma grande piada. Ou, em alguns casos, um grande catálogo de produtos muito interessante para ser utilizado.

Alguns cresceram tanto que deixaram de ser apenas um site e viraram livros.

Aqui estão alguns dos que eu acho mais legais:

thisiswhyimbroke

thisiswhyyouarefat

– thisiswhywearescrewed Nota: este, em específico, deu origem ao brasileiro Vida De Merda, tão engraçado quanto. Acessem os dois!

7 – Databases

Outra capacidade da internet é a de gerar grandes reuniões de arquivos para consultas.

Todo mundo aqui já deve ouvido falar do IMDB, não é? Aquele grande site de armazenamento de arquivos sobre filmes…TODOS os filmes possíveis. Pois então, dê uma pesquisada mais profunda e perceba que não é SÓ sobre filmes que a internet reune uma gama gigantesca de arquivos. Há sobre animações, sobre Memes, sobre livros, sobre música, sobre tudo. Até a Wikipedia pode ser considerada um grande database.

Para quem quer pesquisar alguma informação, adquirir conhecimento inútil ou aumentar a rede de material sobre determinado tema, uma consulta nesses databases sempre é muito útil e reveladora, trazendo muita informação extra. Segue alguns dos que eu acho mais interessantes.

Filmes

Desenhos

Músicas

Memes

8 – Sites de Compra/Coletiva

Ta aí outra coisa que inovou e fez crescer a internet: o consumismo.

A facilidade de poder se comunicar instantaneamente com o mundo todo foi o carro-chefe para uma série de empresas – hoje milionárias – realizarem os mais mirabolantes mecanismos de compra e venda por aí. E o mais importante de tudo isso é que não existem fronteiras. Você pode comprar do Brasil, mas também dos EUA, da Europa, da China. Isso facilita, e muito, a vida do consumidor de um modo geral, principalmente no que se refere a preço. Ainda mais de nós, meros brasileiros com salários ridículos, a internet nos tornou possível comprar mais e pagar menos. Coisas que nós nunca veríamos nas lojas nacionais

A evolução dos sites de compra foram os sites de compra coletiva. Para quem ainda não conhece, compra coletiva é quase como uma cuponagem 2.0. A moral é oferecer descontos absurdos para determinados nichos de mercado, de forma que mais consumidores comprem e comprem o mesmo produto ou serviço, barateando-o por causa disso.

Ebay

Amazon

Negociodachina

MercadoLivre

GroupOn

Mobsocial

Peixeurbano

9 – Quiz de cultura inútil

Este é bom para quando estamos trabalhando. Ou fingindo. Ou em casa de bobeira.

Você está lá, entediado no meio da tarde, sem porra nenhuma para fazer e não está com paciência para TV nem para baixar um filme. Como passar o tempo? Quiz online, toda hora, sempre com novidades. Fácil, né?

Há uma gama de sites por aí que oferecem uma porrada de quizes diferente, ou de música, ou de filme, ou do que você quiser. E, como são atualizados pelos próprios usuários, há sempre alguma coisa nova para ser respondida. É diversão sempre! É uma coisa tão viciante, tão contagiante, que você pode muito bem perder um dia inteiro brincando nessas paradas e nem reparar no tempo.

Já sabe o que fazer quando o dia estiver parado, eim.

quizmusicworld

musicmini

massivemusicquiz

moviequizscene

themoviequiz

historicquiz

10 – Jon laJoie

Ta aí outro comediante/crítico que surgiu com a internet. Outro que surgiu zoando tudo e todos e cresceu, ficou famoso e hoje deve estar ganhando uma boa grana através da web.

A graça do cara está, justamente, em saber misturar tudo de maneiras diferentes. Ora faz vídeos falando besteiras e imitando clipes ridículos dos anos 80 (com toda aquela pompa), ora faz vídeos ironizando a religião, ora faz vídeos criticando propagandas e a música mainstream, tudo de maneira muito sagaz.

O arsenal do cara é gigante e ele sabe como utilizar muito bem, sempre criando uma dinâmica fácil para entender o ponto que ele quer passar, sem perder a graça. Felizmente, este é mais fácil de encontrar vídeos legendados que o Angry Video Game Nerd. Quando vocês tiverem tempo, deem uma olhadinha no trabalho do sujeito que vale a pena. Sugiro assistirem este primeiro postado, que é muito bom.

7 pensamentos sobre “As 10 coisas da internet realmente relevantes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s