The Wall, Teixeira e Rasen

Você vê quando a semana começou bem, quando recebe um turbilhão de notícias boas.

A começar com Teixeira, que não só caiu da CBF semana passada, mas renunciou no quadro da FIFA essa semana. Depois de tanto tempo, finalmente, as cobranças políticas à este ser desprezível deram certo. O cidadão em questão, nem quando morrer vai virar santo. Alias, não conheço ninguém com um pingo de consciência que goste do Teixeira. Quem gostava dele eram os amigo$$$$$$, aquele pessoal regado à dinheiro escuso dos patrocínios de politicagens da CBF/FIFA.

Por sinal, quem quiser saber mais, pode ler dois livros sobre o tema, Jogo Sujo (de Andrew Jennings) e CBF-Nike (do Aldo Rebelo). O Jogo Sujo, como já disse aqui, é fácil de encontrar; qualquer livraria vende, só ir numa Saraiva da vida e pegar. E nem é caro, deve estar na casa dos 30 reais. Já o CBF-Nike, acreditem, foi PROIBIDO no Brasil. O livro retratava toda CPI da bola, aonde desmascarava as falcatruas do Teixeira e dos contratos com a Nike, como ele fazia os esquemões e como lucrava. Só que daí, Teixeira and friends, conseguiram de uma maneira que ninguém sabe como, PROIBIR que o livro fosse publicado. Sim, meus amigos, existem dois tipos de publicações proibidas no Brasil:

– As que incitem preconceito

– As que desmascarem as falcatruas de Ricardo Teixeira

É ou não é atitude de mafioso, eim? Felizmente, há gente malandra o suficiente para conseguir se livrar desta proibição esdrúxula e publicar o livro como bem entender. Você pode arranjar uma cópia aqui.

Mas, felizmente, este babaca caiu de vez, sumiu da política e nós temos é que nos preocupar com os que ficam, o ladrão de medalhas, os cartolas dos clubes e alguns ex-jogadores em sobrepeso que resolveram assinar o seu atestado de burrice, entrando no esquema e se comprometendo a defender e exaltar gente podre. Claro, não darei nomes. Todo mundo sabe quem é.

Mas, voltando ao lado bom do mundo, além da queimação constante de Teixeira, a semana começou bem por causa disso:

É, rolou ontem, lá na Casa de Cultura Mário Quintana, com palestras da Kátia Jorge, umas das pessoas mais conceituadas do país em termos de cerveja. Ainda teve participação dos caras da Rasen, que além de tudo patrocinaram o evento, mas também do Sady Homrich (do Have a Nice Beer, acessem!), que embora na plateia, também acabou participando em alguns momentos. Resumidamente, o evento contou com a história da cerveja, passando por uma breve análise do mercado cervejeiro no Brasil e no mundo, depois uma compilação sobre os processos de produção e dos ingredientes – e como cada tipo de cerveja se utiliza disso – e terminando tudo com a degustação de 5 rótulos nacionais. Durante todo o evento, claro, ainda rolou umas comidas e um chopp brinde da Rasen.

A qualidade tá uma merda, mas foi o que a câmera permitiu. Ta aí as cervejas degustadas, faltando uma. Província, Gottlitch Divina, Bamberg, Rasen e Green Cow.

Eu confesso que, no começo, achei que era muito tema pra pouco tempo. Mas, quem participou, tem de admitir que a Kátia manja muito e conseguiu, em pouco mais de duas horas, fazer uma explicação de tudo, de maneira prática, rápida, mas que não gerassem grandes dúvidas. Como a ideia do evento e ter continuidade, obviamente, em palestras futuras se aprofundarão determinados assuntos. Mas para um primeiro evento, temos que tirar o chapéu pra organização tanto do pessoal da Rasen quanto da própria palestrante, que conseguiram fazer uma dinâmica muito fácil de MUITOS assuntos.

No final do evento ainda teve um quiz, valendo um kit da Rasen, ao qual eu mandei muito bem e levei um:

Tem como não gostar de uma semana que começa com uma segunda-feira assim?

E, claro, para completar, este domingo ainda teremos o maior espetáculo da Terra, quando Roger Waters fará a apresentação de The Wall em Porto Alegre, finalmente. Estamos contando os dias para isso. Felizmente os matutos resolveram parar de fazer shows em uns dias fodidos, tipo TERÇA-FEIRA, e colocaram o espetáculo do Roger Waters domingo, em um dia digno e que, obviamente, permite a galerinha acordar mais descansada e ir dormir mais tarde, encher a cara e não ficar se importando muito com o dia de amanhã. Enfim, esta semana promete!

E não esqueçam de acessar: http://www.frentedostorcedores.com.br/

PS: editado às 17h37min de 20/03/2012.

Lembrei deste curta que me mandaram via Facebook esses dias, que a HypeStudio tá fazendo. Saca o projeto de animação dos caras, totalmente feito no Brasil, música própria e ainda muito bem trabalhado!

Deixamos de ser meros plagiadores e passamos a ser criadores de material. Ano passado já tivemos o filme Blu, projeto encabeçado por um brasileiro, agora este ano teremos Ed, um coelho com uma vida, digamos, “pouco convencional”. O interessante é que a animação dos animais me lembrou os coelhos do Lynch, que eu gosto muito também. Vejam os dois e comparem.

Agora sim, fui-me e sigam-me!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s