As 5 melhores narrações do futebol

Sou fanático por futebol. Futebol move o mundo, e quem discorda disso é um mero espectador da vida, não entende merda nenhuma. Para exemplificar isso, vou contar um causo famoso. Bill Shankly (aí na foto), famoso técnico inglês, lá pelos anos 70 estava sendo entrevistado por um repórter, em um dia de clássico local; o repórter estava lá, todo entusiasmadão com a entrevista e fez uma pergunta mais ou menos do tipo: e aí, Shankly, este é um jogo muito importante, um jogo de vida ou morte?

Shankly, sagaz como sempre foi, deu uma resposta atravessada mas real, uma frase que ficou imortalizada para sempre e que praticamente resume a figura que este cidadão é, assim como este maravilhoso esporte também:

Algumas pessoas acreditam que o futebol é uma questão de vida ou morte. Eu fico muito desapontado com essa atitude. Futebol é muito, muito mais importante do que isso.

Foda, não? E é por isso que ele manjava tanto. Porque ele não se envolvia exclusivamente no aspecto tático do futebol, não se envolvia apenas na questão matemática e controlável do jogo. Shankly ia além, compreendia o que o jogador precisava e o que a torcida necessitava, sabia que o atleta deveria honrar o uniforme em questão, que o torcedor era o elo mais forte do esporte e que todo resto era apenas inércia da situação. E foi campeão. Muito campeão. Levou o Liverpool há muitos anos e anos de glória, o maior da Inglaterra naquele período. Quando a gente fala de futebol e de Shankly, o primeiro vídeo que me vem na cabeça é este:

Não vou nem entrar no mérito sobre o vídeo inteiro, mas sim ao último moleque que fala ali. Quando o repórter pergunta “por que vocês querem jogar futebol?“, e aí o guri responde o que deveria ser costume, não exceção: apenas pela honra. Isso é futebol, isto é Bill Shankly.

Mas, voltando ao argumento do meu post, o que interessa são as narrações. Como obviamente dito, o futebol é muito maior que a vida e a morte, que qualquer coisa e, inclusive, o profissionalismo. Quer profissão mais ingrata que narrador? O cara tá ali, tem que, na teoria, ser frio e imparcial, tratar ambos os lados iguais e ter um certo juízo de valores. Mas, as vezes, simplesmente não dá. O momento é tão foda que nem o cara mais imparcial consegue se segurar e não se mostrar um enorme torcedor. Pois estou aqui, então, a postar os momentos em que narradores deixaram de ser narradores e passaram para o outro lado, ao vivo.

Penharol vs Cali, 1987, Libertadores

Para muitos, a melhor final de Libertadores de todos os tempos. Cali e sua maldição, 3 vezes vice. Gol do Penharol faltando 15 segundos para o fim da partida e o narrador não se contém. Ouçam vocês mesmos. O segundo vídeo, mostrando as duas versões da narração. Uma dos caras de Cali, outra dos caras do Uruguai. Vejam a diferença.

Holanda vs Argentina, 1998, Copa do Mundo

DENIS BERGKAMP! DENIS BERGKAMP! DENIS BERGKAMP! AAHHHHHHHHHHHHHHH.

Comparem a narração do primeiro com o segundo vídeo. A do primeiro, obviamente, um holandês maluco narrando tudo. O segundo vídeo, algum americano babaca que conseguiu estragar um dos gols mais emocionantes já feitos numa Copa do Mundo. Faz toda diferença, não?

Espanha vs Holanda, 2010, Copa do Mundo

Caguei bonito para aqueles galáticos e “maravilhosos” jogadores da Espanha, aquela viadagem toda de cabelinhos, toquezinhos e carinhas felizes que saem do campo limpinhos e engomados. O cara mais mito daquela seleção é Puyol, que não se mixou e fez o gol mais importante no momento mais difícil da Copa. Não só isso, o cara ainda me ergue a bandeira da Catalunha ao comemorar o título e, pra completar, joga no mesmo time (Barcelona) desde que saiu das categorias de base. Puyol honra o esporte. E nada mais justo que esta comemoração toda por este gol.

Itália vs Alemanha, 2006, Copa do Mundo

O jogo do título da Copa de 2006. A final entre Itália vs França foi só pra cumprir tabela. Este foi o jogão e o gol do Grosso tirou um grande peso da Itália, em um jejum incrível de Copas do Mundo, e de todos os torcedores da terra da Bota. O narrador não se contém na hora do gol, entrega sua torcida e vai pra alegria. Postei vários vídeos de diferentes locais da Itália, cada qual com uma narração. Italiano é muito ligado à futebol, em alguns aspectos, mais até que nós. Este gol foi um momento que tirou um fardo das costas de muita gente; a comemoração do Grosso, inclusive, demonstra isso.

USA vs Costa Rica, 2009, Classificação de Honduras para a Copa

Na minha singela opinião, esta é a narração mais foda de todos os tempos. Justamente pela seleção em questão, que é uma bosta, completamente desconhecida. Nos outros casos aí de cima, as narrações referem-se a gols, momentos importantes dos PRÓPRIOS jogadores dos times. Neste caso, não. São os caras de Honduras comemorando o gol dos Estados Unidos, no jogo contra a Costa Rica, que tirava a Costa Rica da Copa e dava a primeira oportunidade de Honduras ir participar de um Mundial. Foda, né? Como a realidade do futebol é diferente através do globo. Enquanto temos gente que só comemora títulos, que se acostumou a ver a grandeza, tem os caras ali pertinho, comemorando uma CLASSIFICAÇÃO. Pra nós, brasileiros, classificar é obrigação, não motivo de festa.

Bônus: o meu preferido

Grêmio vs Naútico, 2006, Série B

To nem aí o que vocês vão pensar, vou postar a narração que eu mais gosto do meu time. Sim, foi um título de merda mas eu não estou nem aí para opinião alheia, porque foi um momento único no futebol mundial; até as sandices do Odone foram relevadas naquela hora. Foi um jogo épico, sim, um baita resultado, um baita dia, tudo muito foda, tudo inesperado, eu comemorei muito, enchi a cara e fui pra Goethe. Em critérios de título, obviamente, não se coloca no mesmo lugar do Mundial ou das duas Libertadores, muito mais importantes. Não chega nem aos pés dos dois Brasileiros e das quatro Copas do Brasil. Mas, mesmo assim, em termos de narração, pra mim foi a melhor possível.

Acho que pelo conjunto dos fatores, o pessoal se puxou na narração e ficou muito foda. Enfim, segue:

Bom, por enquanto é só. Vou postar mais umas paradas de futebol na sequência.

Acompanhem! E sigam-me!

Acessem: www.frentedostorcedores.com.br

Acessem²: http://revistapiaui.estadao.com.br/edicao-15/carta-da-inglaterra/o-esporte-que-vendeu-a-sua-alma

Anúncios

Um pensamento sobre “As 5 melhores narrações do futebol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s