As cenas musicais de David Lynch

Este artigo foi publicado por mim no blog proximasessao, uns tempos atrás.

Como fiz recentemente um post sobre Salvador Dalí, resolvi re-postar este artigo aqui no meu outro blog, porque David Lynch é outro artista que eu acho muito bom em toda sua carreira, sem cometer nenhuma falha ao longo de todos os projetos que se propõe a fazer. Então, segue o post retirado de lá, com as devidas adaptações para cá; só acrescentei mais um item que me lembrei estes tempos:

“Resolvi fazer uma coletânea de uma das cenas mais características do tal “universo lynchiano”, presente em quase todos os projetos do diretor. A cena consiste em um personagem específico tocando alguma música para um tipo de platéia (visível ou não). Notem que o personagem cantor sempre parece deslocado do resto, quase como um ser superior.

Eraserhead – In Heaven Everything is Fine

Twin Peaks – Just You

Twin Peaks – The World Spins

Blue Velvet – Blue Velvet

Mulholland Drive – Llorando

Lost Highways – Sax Solo

Dune – Guitar Solo

Quem quiser ver o original, acesse:

http://proximasessao.wordpress.com/2011/11/27/drops-5-cenas-de-lynch/

E sigam-me aqui e lá no outro blog!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s