As melhores músicas brasileiras que não acrescentam “nada”

Sou fã da música brasileira.

samba-lan

Sim, ouço death-metal, thrash-metal, street-punk e uma porrada de músicas estranhas, mas não esqueço da nossa nobre condição de produzir muita banda e artista bom. Por sinal, tenho uma boa coleção de cds do Cartola e do Noel Rosa, inclusive com várias reinterpretações fodásticas.

No entanto, reconheço que nós temos uma mania pedante de querer “politizar” as artes por demais. Muito disso justamente pela repressão na época da Ditadura, ou dos abusos cometidos pelos políticos até hoje que, obviamente, são extravasados em material artístico, principalmente na música. Temos grandes discussões sobre isso ao longo da história, inclusive nos festivais de música na época da Ditadura, como no famoso caso de Sérgio Ricardo, que recebeu vaias do público por “não ter uma música politizada”, se irritou com geral e jogou o violão na platéia.


Não só o fato de politizarmos arte em excesso, rola um protecionismo bizarro sobre artistas que supostamente são “poetas”, “extremamente cultos” etc.etc. levando-os a um patamar meio nonsense ao olhar da crítica e da massa, que  no geral meio que se impede de questiona-los ou admitir que, as vezes, o cara está sem saco para discutir porra nenhuma e só quer ouvir uma música tosca para descontrair e esquecer dos problemas da vida.

Outros que sofreram com isso foram os caras da Jovem Guarda, porque eram associados a uma pseudo-desmoralização da cultura nacional e um “emburrecimento” da música;  inclusive geraram uma onda de protestos extremamente ridícula com aquele grito que parecia comédia, o famoso “abaixo a guitarra-elétrica“. Vi um documentário sobre isso recentemente, contando com grandes críticas de Caetano e Gil, metendo o pau na bagaça. Ta aí o link do trailer:

Mas voltando ao que interessa e ao meu argumento sobre a “despreocupação” de alguns momentos, resolvi fazer uma lista de músicas brasileiras completamente inúteis, com letras toscas, que simplesmente não dizem nada de nada, sem aquela suposta “profundidade”, sem poesia, sem porra nenhuma…mas que são ótimas para passar o tempo!

Segue:

Ultraje à Rigor – Nada a Declarar

Este resume bem o pensamento do post. Nada pra fazer, nada pra dizer, falta de assunto. Eu lembro que rolou até uma discussão na época de lançamento deste clipe, porque os caras falavam um palavrão no refrão…baita coisa inútil! hahahahahah

PS: Ultrage é a banda master das músicas inúteis-mas-boas, como a Domingo eu vou pra Praia, ou Todo Mundo gosta de Mim.

Los Pirata – Nada

Nada,nada,nada,nada,nada,nada,nada,nada,nada,nada,nada,nada,nada a acrescentar.

Zumbis do Espaço – Morra Morra

A melhor banda de horror-punk brasileira na sua ode a morte. Quando eu digo que Zumbis do Espaço é subestimada, as pessoas ainda duvidam. Ouçam e deleitem-se com uma incrível (não)poesia sobre formas de matar o próximo.

Matanza – A Arte do Insulto

A melhor música do Matanza tinha que constar no tópico. Esta música, por sinal, reaviva os meus sentimentos de xingar as pessoas de uma maneira clássica, como chamar de BOÇAL. Boçal é um insulto tão honesto que só é merecido para pessoas realmente “especiais”, em circunstâncias especiais; a típica palavra que requer o momento certo. Um dia farei uma lista de xingamentos desse nível, porque tenho vários.

Garotos Podres – Vou fazer Cocô

A música até é uma crítica, principalmente a um estereótipo que todos conhecemos. Mas fato é que ninguém liga pra isso, mas sim para seu lindo refrão. Então resolvi coloca-la aqui.

Irmãos Rocha – Bumbababum

Outra banda subestimada. Não achei nenhuma referência no Youtube, então coloquei a vinheta da FX, que tocou a música tempos atrás. Você pensando que nada superaria a letra de “Nada”, pois esta conseguiu!

Titãs – Bichos Escrotos

Como no caso dos Garotos Podres, tem gente que vê esta música como uma crítica…mas eu não. E por isso ela esta aqui. Por sinal, Cabeça de Dinossauro é um dos melhores álbuns do rock nacional e merece encabeçar qualquer Top 10 do Rock Oitentista.

Equipe Pipo’s – Jack Matador, Zona Sul e Santa Marta

Sim, meus amiguinhos: FUNK CARIOCA. Esqueci de dizer lá no início do tópico, mas eu gosto de Funk Carioca. Nada das bagacerices e pornografia atuais, e sim da época do Funk Melody, Rap Brasil e das Montagens, como no caso da Pipo’s. Essas 3 montagens são altamente fodásticas, não dizem absolutamente nada de nada, mas gosto de ouvir. Principalmente a da Zona Sul, uma grande homenagem. “eu mando eu mando eu mando eu mando um alô e um abraço apertado…somos somos somos somos da zona sul somos somos somos da Zona Sul, e é pra todo mundo ouvir!

Juca Chaves – Cagar é Bom Demais

Ta aí uma música que não é crítica, mas é uma piada com a própria MPB. Embora o vídeo diga que a música seja do Joelho de Porco, é na verdade do Juca Chaves, grande músico e piadista. Uma grande brincadeira musical que ele fez com a melodia característica da Bossa Nova, para no final não dizer porra nenhuma, mas que ficou legal de ouvir pra descontrair e dar umas risadas. Alias, acho o Juca Chaves um grande rimador; a música Políticos de Cordel é um clássico absoluto.

Secos & Molhados – O Vira

Era uma baita banda e esta é uma baita música (instrumentalmente), ok, isso não é discutível e eu concordo plenamente. Mas, fato é que e a música não diz nada em si, trata sobre um Lobisomen-bizarro na “fauna” brasileira, loucura total. Tinha que constar na lista, claro!

Sá, Rodrix & Guarabyra – Mestre Jonas

Outra das melhores bandas nacionais, o Yes tupiniquim, a banda mais psicodélica que a bandeira verde-amarela já teve o prazer de ouvir. Sim, eles são fodas…mas, assim como o caso de cima, a música simplesmente não diz nada com nada. Mestre Jonas, que assinou o papel e vive dentro da Baleia. Nossinhora, é muita droga lisérgica.

Raimundos – Marujo & Cana Caiana

Pra finalizar o post, tinha que ser em grande estilo, com Raimundos das antigas tocando no Philips Monsters of Rock. O forro-core revolucionário do Brasil, com uma de suas melhores músicas e que também não diz absolutamente nada demais. A primeira, Marujo, conta a história de um singelo sujeito maconheiro que trabalha no mar e escuta Ska. E a segunda, Cana Caiana, é sobre um cara que agora só fuma no cachimbo da mulher.

Esta época, diga-se, foi sem dúvida a melhor dos caras. O primeiro (sem nome) e o segundo (Lavô tá novo) CD são obras-prima tão boas, mas tão boas, que fica difícil descrever. A mistura de forró e hardcore que eles faziam era uma coisa tão doida e bem feita, que ninguém conseguiu mais imitar depois. Sou muito fã e tive a oportunidade de ir no Show este ano; mesmo sem Rodolfo, a banda continua muito boa. O albúm Roda Viva é, na minha opinião, um dos melhores na questão instrumental; o engenheiro de som estava inspirado. Sem contar que o novo trabalho dos caras nos faz lembrar dos velhos tempos. Baita música!

Editado dia 24/12/2011, às 3h30min: Esqueci de colocar uma música que eu gosto muito. Já que eu citei Jovem Guarda no início do tópico, tinham que constar por aqui. Segue, Bobby de Carlo interpretando “Cuidado para não Derreter” e depois um vídeo-resumo sobre a Jovem Guarda como um todo. Vocês poderão notar toda questão do “protesto” que rolou, ao ponto que as letras da Jovem Guarda só falavam de romances e “namoradinhas”, o que naquela época era terminantemente proibido para os “jovens inteligentes” e afins, que dedicavam-se a escutar músicas sobre o contexto social do momento, como Geraldo Vandré, Chico Buarque etc.

Aliado a isso, tínhamos a questão da introdução da própria guitarra-elétrica como instrumento, que segundo o que era dito, seria uma afronta a soberania cultural da Bossa Nova, MPB, entre outros, por ser um instrumento puramente Yankee. Eu, pessoalmente, cago bonito pra isso.

Jovem Guarda era muito bom, tal qual a Bossa Nova e o Samba, sem rótulos.

Bobby de Carlo – Cuidado Para Não Derreter

Jovem Guarda – Medley

Bom, galerinha. Por enquanto, minha playlist de músicas nonsense brasileiras fica por aqui!

Boa noite e sigam-me!

Amanhã, graças ao Natal, trago mais!

Anúncios

Um pensamento sobre “As melhores músicas brasileiras que não acrescentam “nada”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s